quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Fies: aprenda como ele funciona e como se inscrever!

Quer estudar e as finanças não vão bem? Conheça tudo sobre o Fies e agarre essa chance de se qualificar pro mercado! Estudar hoje em uma faculdade, para garantir um lugar no mercado, nem sempre é fácil. Quase sempre o valor das mensalidades é bem elevado e, justamente, acaba sendo difícil conseguir um emprego com um “bom” salário para pagar a faculdade, pois, geralmente, os maiores cargos (e salários) exigem formação superior. Mas nem tudo está perdido, pois para esses casos é que surgiu o Fies! Vamos explicar como ele funciona e como é possível se inscrever.

Do que se trata o Fies?

Indo direto ao assunto, o FIES é a sigla para o Fundo de Financiamento Estudantil, programa do Ministério da Educação, financia a graduação de estudantes em instituições particulares de ensino. Para concorrer ao Fies, o estudante precisa estar matriculado em instituições com avaliação positiva no MEC. O financiamento pode ser solicitado em qualquer período do ano e a inscrição é feita no Sistema Informatizado do Fies – SisFies. A financiamento feito pelo programa é dividido em três períodos: utilização, carência e amortização. Durante o curso, na fase de utilização, o aluno vai pagar no máximo R$50 trimestrais, o valor é para o pagamento de juros. A fase de carência acontece com o curso concluído, o aluno passa 18 meses fazendo o mesmo pagamento da fase inicial, R$50 a cada três meses. O Fies tem juros de 3,4% ao ano.


Quem pode participar do Fies?

Só podem se inscrever no FIES 2014 estudantes cuja renda familiar mensal bruta seja inferior a vinte salários mínimos. Além disso, o percentual de comprometimento de tal renda mensal per capita deve ser superior a 20%. Quem concluiu os estudos regulares a partir de 2010 e deseja solicitar o financiamento, deverá ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010 ou ano posterior. Não pode se candidatar ao FIES o estudante: - Cuja matrícula acadêmica esteja em situação de trancamento geral de disciplinas no momento da inscrição. - Que já tenha sido beneficiado com financiamento do FIES. - Inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/Creduc). - Cujo percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com o pagamento da mensalidade seja inferior a 20%. - Fiadores com restrição no SERASA/SPC, conforme a Circular n°04/2013 do FNDE. - Cuja renda familiar bruta seja superior a 20 (vinte) salários mínimos.

Como se inscrever no Fies 2015

Há algum tempo, o sistema de inscrições do FIES mudou e sua inscrição pode ser feita em qualquer data do ano. Não é mais necessário esperar um período de inscrições para fazê-lo. Essas inscrições são feitas no site do Sistema Informatizado FIES, o SisFIES, que pode ser acessado através do endereço http://sisfiesportal.mec.gov.br/. Em primeiro lugar, entre no site do sistema e clique em Inscrições. Lá você verá um pequeno formulário para ser preenchido com os seus dados, que são o seu CPF, sua data de nascimento e seu e-mail.

Conclusão
Pois é caros leitores e leitoras, espero que tenham curtido essas informações e que consigam se qualificar para esse mercado que anda tão concorrido.Até existem alguns programas da iniciativa privada como o educamaisbrasil , porém algumas taxas dele acabam deixando também difícil sua matrícula para quem não pode pagar, fazendo o FIES a melhor opção. Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários, até a próxima!

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Pronatec: como funciona? quem pode fazer?

Não perca mais tempo! Aprenda tudo sobre o pronatec e seus cursos, quem pode fazer, como se inscrever e muito mais Estudar sem ter con diç!oes financeiras, sempre foi um desafio enorme para nossa população de baixa renda. No Governo atual e no anterior, desde muito tempo se fala em aumentar, democratizar e aprimorar o ensino publico no Brasil. Nessas eleições de 2014 vimos muito na TV a propaganda desses programas de amparo ao trabalhador e tendemos a achar que esse programa é novo, mas não ele já vem sendo pensado desde 2011.Hoje vamos explicar como o Pronatec funciona e como é possível estudar e se qualificar gratuitamente. Confira conosco.

O que é o programa Pronatec

Indo bem direto ao ponto, o PRONATEC é um programa que significa “Programa Nacional de Acesso ao Ensino técnico e Emprego” e tem como objetivo aumentar a oferta de cursos técnico-presenciais para colocar mais rápido o jovem no mercado de trabalho, ou para pegar trabalhadores que já estão no mercado de trabalho e treiná-los. As verbas vêm do Ministério da Educação, Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Existe diversas modalidades do programa, entre eles estão o PRONATEC Jovem (que dá incentivos ao jovem que sai do ensino médio para ir direto à escola técnica), PRONATEC campo (para trabalhadores do campo, capacitando-o para o trabalho), PRONATEC Bolsa formação estudante-trabalhador (capacita o jovem enquanto ele estuda para quando sair da escola, ir direto para mercado de trabalho), PRONATEC Brasil sem miséria, entre outros, mas esses são os principais.


Como funciona seu processo seletivo?

Como ele é um programa vinculado à Instituição de ensino, não tem um processo seletivo próprio como o SiSU do Enem ou SiSUTec, mas ele é feito de acordo com critérios que essas instituições adotam para selecionar cada aluno para ser beneficiado com a oferta de vaga. Por exemplo, a instituição tem 10 vagas para ser distribuídas para uma turma de 20 alunos, vai ser feito um filtro para selecionar esses alunos de acordo com critério dessa instituição que pode selecionar por nota do aluno, desempenho, comportamento, interesse, nível de condições, etc. Com isso, o governo brasileiro tem tentado criar leis que possam beneficiar ainda mais os jovens, dando oportunidades de prepara-los para um bom futuro, tendo uma boa formação para conseguir assim um bom emprego.

Cursos oferecidos no Pronatec

São basicamente de 3 tipos: Técnico – duração mínima de um ano, para quem concluiu o nível médio; Técnico – duração mínima de um ano, para os matriculados no nível médio; Formação Inicial e Continuada ou qualificação profissional – duração mínima de dois meses, destinada a trabalhadores, estudantes de nível médio e pessoas beneficiadas por programas federais de transferência de renda.

Quem pode se inscrever?

É fato que qualquer pessoa pode se candidatar a uma vaga do Pronatec, pois o programa é aberto a todos os brasileiros. No entanto, alguns cursos dão prioridade para pessoas de baixa renda, alunos que estudaram em escolas públicas (ou em escolas particulares como bolsistas integrais), pessoas que estão desempregadas, beneficiários de programas de transferência de renda (como o Bolsa Família, por exemplo). As ofertas são feitas por instituições como os Institutos Federais tanto de ensino superior (IFRJ, IFPR, IFPB) quanto de aprendizagem (SENAI, SENAC). Como um dos critérios de seleção é o interesse, cabe ao candidato procurar saber na administração de sua instituição de ensino médio, como ela pode participar do programa. Ele deve procurar a secretaria e falar com alguém para saber se na sua situação pode conseguir uma vaga, ou ligar para algum instituo Federal ou de aprendizagem da sua cidade e perguntar sobre o programa. Depois é só fazer a inscrição pelo site oficial http://pronatec.mec.gov.br/inscricao/ Conclusão Pois é caros leitores, espero que tenham curtido essas super dicas e que consigam fazer seu curso pronatec com todo sucesso do mundo! Um outro programa bem bacana que também tem feito muito sucesso é o educa mais , juntamente com Sisu e Sisutec, sugiro que conheçam também ! Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários

domingo, 28 de dezembro de 2014

Empréstimo Consignado:é mesmo vantajoso?

Veja como funciona o empréstimo consignado, por que ele é vantajoso e que cuidados tomar antes de contratar o seu A economia do nosso país não vai nada bem. Nessa época do ano, muitas famílias encontram-se endividadas, ou mesmo precisam de uma pequena ajuda para movimentar seu negócio. Com isso, mais e mais pessoas recorrem aos famosos empréstimos de financeiras como losango ou Bv financeira. Porém, uma modalidade de empreéstimo que tem voltado a tona nessa época, é o famoso empréstimo consignado. Vamos explicar um pouco sobre como ele funciona e se existem vantagens em sua contratação. Acompanhe a seguir com a gente.

O que é um empréstimo consignado?

Crédito consignado ou empréstimo consignado é aquele que é atrelado ao seu pagamento. As empresas financeiras tem contrato com sua empresa e o valor da prestação é descontado diretamente do pagamento de quem fez o empréstimo.O Crédito Consignado oferece aos funcionários de empresas públicas, privadas uma linha de crédito pessoal, com taxas reduzidas e pagamento facilitado. As parcelas do Crédito Consignado são fixas e debitadas direto da folha de pagamento. Vamos falar um pouco sobre as vantagens desse modelo.

Quais as vantagens desse tipo de empréstimo?

São várias, dentre elas podemos citar: Acesso a uma linha de crédito diferenciada, com taxas de juros competitivas, abaixo das praticadas em outros produtos de crédito pessoal; Facilidade, privacidade, comodidade e agilidade na obtenção do crédito; Crédito feito diretamente na conta-corrente do aposentado, pensionista ou funcionário; Parcelas descontadas diretamente na folha de pagamento; Rapidez na liberação do crédito, pois a operação não exige avalista e nem consulta ao SPC e Serasa.

Quais cuidados é preciso tomar antes de contratar

Embora existam as vantagens citadas acima, é preciso tomar algumas precauções: -Uma dica importante é evitar intermediários. O empréstimo deve ser contratado diretamente nas agências bancárias ou empresas financeiras, após pesquisa das taxas disponíveis no mercado. E Mesmo quando da aposentadoria ou movimentação interna, decorrente de exoneração ou não, os contratos assumidos pelos funcionários sempre migram de forma automática para a nova unidade de lotação, evitando-se a inadimplência junto ao banco - Leia com muita atenção o contrato antes de assinar -Pesquise taxas de juros em estabelecimentos similares, dando preferência a instituições ja famosas no mercado com produtos conhecidos, como por exemplo o bmg consig , itau e outros. -O Código de Defesa do Consumidor exige que os estabelecimentos informem exatamente os juros que estão sendo cobrados do cliente, exija seus direitos -Compare as condições dos diversos prazos possíveis, não apenas o valor da prestação, também o valor dos juros pagos. Conclusão Pois é caros leitores e leitoras, espero que as dicas tenham sido úteis e que consigam contratar seu empréstimo consignado com sucesso, se ele for mesmo necessário. Se houverem dúvidas ou sugestões de novos artigos, podem deixar nos comentários ok?

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Dentes Amarelos? 3 Dicas para Clareá-los

Um sorriso recebido ou dado pode mudar o dia de qualquer um. É o nosso cartão de visitas e com ele expressamos tantos sentimentos! Sendo o sorriso algo tão valioso, é muito importante então cuidar dos dentes e mantê-los sempre bonitos e branquinhos, não é mesmo?  É claro que todos, mas alguns de nossos hábitos contribuem para que eles fiquem amarelados com o tempo.

Por que os dentes ficam amarelos?

Dentre os principais responsáveis pelo amarelo dos dentes, podemos citar: o cigarro, o álcool, alimentos como o café, alimentos muito ácidos e até certos antibióticos. Mas, se você não resiste a um cafezinho, tente criar o hábito de escovar os dentes logo depois de tomar. Consumir cereais, grãos, frutas e verduras é uma ótima forma de conservar a boa aparência dos dentes.

Várias opções de clareamento dentário

Hoje em dia é muito fácil cuidar dos dentes. Dentistas estão se especializando cada vez mais em diversos tipos de tratamentos e praticamente não há nada que não possa ser feito para melhorar o sorriso de qualquer pessoa. Além das opções caseiras e baratas para manter um sorriso branco e saudável. Aqui vão 3 opções para clarear seus dentes.
Clareamento caseiro com produtos comuns:
São dicas e receitas de vovó, mas funcionam. Usando os benefícios alimentos, e produtos da dispensa, é possível melhorar e muito a aparência do nosso sorriso!
Os mais usados para clarear os dentes são: Bicarbonato de sódio; limão; casca de laranja; casca da banana; morango e sálvia.
O procedimento é parecido para todos, basta esfregar folhas, frutos ou cascas nos dentes, já o bicabornato é usado para escovar os dentes.
Clareamento em casa com moldeiras e cremes dentais clareadores
O uso de pastas e géis dentais, ou enxaguantes bucais clareadores, é fácil. Estão disponíveis em farmácias e mercados. Esses produtos têm pequenas quantidades de peróxido para embranquecer os dentes. Siga as instruções do produto na hora de aplicar em seus dentes. Normalmente são necessárias várias aplicações antes de os resultados aparecerem.
Sistemas de clareamento dental com moldeiras, também disponíveis em farmácias, e no consultório do dentista, possuem uma abordagem mais agressiva para embranquecer os dentes. Uma solução concentrada de peróxido é despejada em moldes dentais, que parecem aparelhos móveis. Esse molde é colocado na boca por várias horas.
Clareamento a Laser
O clareamento a laser, é feito apenas por dentistas em seus consultórios. É muito eficiente para a remoção de manchas.

Esta é a técnica mais cara, mas também é a mais rápida e a que oferece os melhores resultados. Por se tratar de um tratamento odontológico mais complexo, o dentista é que deve determinar quantas sessões o paciente deve fazer. No link clareamentodentariolaser.com.br, você pode tirar as principais duvidas sobre o clareamento a laser: como é feito, se há contraindicações, benefícios e valores.

domingo, 16 de novembro de 2014

Gerador de CPF Online

Você já precisou utilizar algum dia um CPF falso? Se ainda não precisou você ainda vai precisar, sabe aquele site que você precisa fazer um cadastro mas você não confia no site? você iria colocar seu CPF em qualquer site para que os seus dados possam ser distribuídos por ai? bom se você já se convenceu que poderá precisar utilizar um CPF válido porém falso continue lendo esse artigo, agora se você nunca irá necessitar usar uma ferramenta para isso, siga para o próximo artigo e não perca seu tempo.

Agora se você ainda não possui CPF e necessita de um CPF válido com urgência apenas para fazer um cadastro, ou um teste de um programa continue lendo esse artigo que ele será muito útil para você.

Gerador de CPF Válido

Existem muitos sites na internet que fornecem uma ferramenta de CPF válido, muito desses sites possuem também outras ferramentas, como por exemplo o Gerador de CNPJ, bom para não fazer muito rodeio uma ótima ferramenta que utilizei e indico para todos está no site: www.geradordecpf.net.br acessando esse site você tem a opção gerar rapidamente um CPF ou CNPJ. 

O que é um CPF?

É um banco de dados gerenciado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB esse banco de dados armazena todas as informações de pessoas que obrigatoriamente necessitam ter um CPF, ou então de pessoas que solicitam o seu CPF voluntariamente.

Mas você não quer um CPF FALSO? quer ter o seu próprio CPF? então siga essas dicas...

Se dirija até uma agência conveniada: banco do brasil, Caixa, ou correios e solicite o seu CPF, o valor é de R$5,70 e é necessário possuir carteira de identidade para solicitar o CPF, caso você possua título de eleitor é possível solicitar o seu CPF pela internet, através do link: https://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ssl/ATCTA/CPF/InscricaoPublica/inscricao.asp

Caso você tenha alguma dúvida de como gerar um CPF  ou então de como solicitar o seu CPF deixe um comentário que assim que possível iremos responder e tirar suas dúvidas.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Como limpar o nome no SERASA

Aprenda como limpar seu nome no SERASA


Aquela “Carta Comunicado da Serasa Experian” chegou a sua casa, já se passaram aqueles dias

de euforia e desespero, porém chegou a hora de negociar suas pendências não é mesmo?

Afinal quaisquer lojistas, instituições financeiras, comerciantes e outras empresas podem

utilizar este serviço da Serasa Experian para consultar informações financeiras a seu respeito.

Antes de qualquer coisa, não acredite em empresas que prometem “Limpar seu nome”, isto

pode ser um golpe já que este, uma vez incluído no banco de dados da Serasa Experian, só

poderá ser excluído pela instituição credora.

O que fazer?


O procedimento correto para regularizar suas pendências é entrar em contato direto com a

instituição no qual deve (esta informação estará na carta recebida), negociar e pagar o débito.

Feito isto deixe que a própria empresa solicite a baixa dessa pendência financeira.

Caso deseje resolver a pendência sem sair de casa é possível quitar a dívida inteiramente

online. Acesse o site do SERASA Consumidor, por lá você verifica quantas pendências

financeiras possui, encontra informações sobre a empresa credora e ainda conta com a ajuda

de especialistas para negociar os débitos, basta ter em mãos o seu número de CPF ou CNPJ:

http://serasaconsumidor.com.br/

Há também um Guia de Orientação ao Consumidor disponível no site que te auxilia como

evitar a inadimplência, avalia com um teste rápido o seu nível de educação financeira e te

mostra o melhor caminho a seguir.

Lembrando que o aviso também poderá chegar até você por meio de SMS, antes mesmo da

correspondência, deste modo você ganha tempo para quitar suas dívidas. Após dez dias

corridos da advertência seu nome será encaminhado para o banco de dados do Serasa

Experian, a maior bureau de crédito da América Latina ou popularmente conhecido como

Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) no Brasil. No entanto não adianta entrar em

contato diretamente com o SERASA, pois a empresa não realiza cobrança. O consumidor deve

pagar o que deve diretamente ao credor, o atendimento virtual apenas te auxiliará nesta

negociação.

A empresa já nem existe mais, e agora?


Caso não encontre a empresa no qual deve, procure a Junta Comercial da sua cidade e peça

uma Certidão de Breve Relato confirmando o encerramento das atividades. Em seguida, pague

a dívida por meio de uma Ação de Consignação em Pagamento. Depois peça ao Serasa

Experian que exclua esta pendência do seu nome no cadastro.

Evite imprevistos


Nunca deixe de guardar os comprovantes de depósito, assim caso haja alguma complicação na

regularização você ainda pode pedir ajuda a um advogado.

Outra forma de prevenir fraudes ou uso indevido de seus documentos, comum em caso de

roubo, é estar sempre consultando o resumo de suas atividades online.

Não deixe para depois, controle seus gastos e regularize de vez a sua situação financeira, é o

seu nome que está em jogo!